Categories:

Um planner pra chamar de meu

Assim como muitas pessoas, eu sempre tive um sério problema com organização. Tive vários tipos de agendas, tentei várias maneiras de me organizar, até criar meu próprio sistema em forma de planner e, incrivelmente, tem dado cada vez mais certo! yey \o/

Esse ano tentei fazer um mais bonitinho, e resolvi compartilhar o processo com vocês (quem sabe um dos métodos que eu uso pra me organizar possa ser útil na sua vida também, né ). Aliás, o próprio planner já é uma super dica para deixar os seus dias muito, mas muito mais fofos! ♡

Em primeiro lugar, eu procurei por um caderno que tivesse uma folha bem grossinha, para que eu pudesse escrever com qualquer tipo de caneta, sem marcar o outro lado. Acabei comprando esse Sketchbook simples, que também tinha um tamanho que me agradou:

Meu planner é mensal, porque me dou melhor com um planejamento mais macro, e separei 3 páginas para cada mês. Como eu comprei uma caneta para fazer lettering, coincidentemente na mesma época em que fiz o planner, resolvi escrever o nome do mês nesse estilo e coloquei um adesivo pra enfeitar. Confesso que não gostei do resultado, ficou meio vazio… ano que vem vou tentar fazer um lettering com frases motivacionais, vamos ver se vou ter pique quando chegar a hora! ehehe


Para planejar o mês, dividi as páginas em 8 colunas e 6 linhas. As colunas são para os dias da semana + uma extra, para poder escrever as atividades que eu preciso fazer naquela semana, mas sem compromisso com dias específicos. Essa coluna a mais foi um dos principais motivos para eu não comprar um planner pronto e fazer o meu próprio… pode parecer exagero, mas essa flexibilidade me tranquiliza e minhas tarefas acabam fluindo melhor.

A parte fofa do planner fica por conta dos enfeites que você coloca, no intuito de destacar certas datas. Por exemplo: eu coloquei post-its de bichinhos para destacar alguns aniversários. Também usei um adesivo decorado para destacar os feriados prolongados. A imaginação pode rolar solta nesse item e, na minha opinião, quanto mais colorido, melhor ♡


As 2 páginas seguintes foram usadas para montar várias listinhas: contas a serem pagas, presentes para serem comprados, coisas para fazer. Alguns lembretes, como o médico que eu preciso marcar naquele mês, também ficam nessa parte, em um post-it solto. Assim que eu marco o médico, é só eu remover o post-it dessa parte e colar lá na parte do calendário, na data marcada Essa parte não ficou lá muito bonita, mas prometo melhorar no próximo ano ahaha.

Meu planner tá super simples, mas bem funcional para mim. Foi bem gostoso planejá-lo porque eu pude ter contato novamente com materiais de papelaria, coisa que eu adoro, mas não tive muitas oportunidades de usar nos últimos tempos. Ainda pretendo comprar deco tapes e carimbinhos, pra enfeitá-lo ainda mais e, nas páginas que ficaram vazias, pretendo fazer minha nova listinha de 101 coisas em 1001 dias e outras anotações.

Bom, é isso! Espero que essa matéria possa te inspirar a buscar novas maneiras de se planejar. Cada um tem seu próprio método, só não pode deixar de organizar seus dias com a atenção e capricho que eles merecem ♡

||||| 10 Curtir |||||
  • Escrito por Luciana Midory

    Designer, caçadora de coisas fofas e especialista em sair de olhos fechados nas fotos. Além de coisas cute, gosta de tudo o que é amarelo, oriental, bizarro e singular.

MATÉRIAS SEMELHANTES


4 Comentários

  • Ana Cláudia

    12 de janeiro de 2017 às 14:34 Responder

    Adorei! Eu também sou apaixonada por agendas, mas sempre tentava com uma diária e terminava o ano com várias páginas em branco. Esse ano resolvi sre mais esperta e comprei uma agenda semanal. Estou amando!

    É uma delícia poder trabalhar com papelaria, né? Amo/sou canetinhas coloridas, papéis e todo o resto. Aliás, adorei o lettering dos meses, ficou lindo! (Eu não tenho esse talento hahaha)

    Bjs!

    • Luciana Midory

      12 de janeiro de 2017 às 20:53 Responder

      Eu era igualzinha, Ana! Comprava agendas diárias, aí as páginas ficavam em branco, eu ficava com dó e, no ano seguinte, eu acabava usando a agenda velha como caderno de anotações, rs.

      Fiquei feliz que você gostou do lettering! Eu fiquei morrendo de raiva porque os testes que fiz ficaram lindos… mas, na hora de passar pro planner, fiquei nervosa! Aí todos acabaram ficando tortinhos, subindo a serra! (ainda bem que tirei as fotos com uma inclinação, aí não dá pra perceber ahahahahahahaha)

      Beijos

  • Marcela Nohama

    30 de julho de 2017 às 20:12 Responder

    Obrigada por essa dica de usar esses post it, vou fazer isso para ver se me ajuda a manter um planner, mas acho agenda e diário não é pra mim, apesar de achar super fofos, acabo sempre deixando de lado depois de um tempo…
    Aliás, já me ajudou colar post it para fazer as tarefas! Depois que cumpria colei na minha agenda. E fiquei pensando se um quadro não seria melhor… Mas a gente tem que ir tentando pra ver qual se adapta melhor né?

    • Luciana Midory

      30 de julho de 2017 às 23:01 Responder

      Com certeza, Marcela! Existem vários formatos de organização, e eu acho que é só questão de tempo para você achar um que se adapte melhor =) eu demorei 30 anos pra achar o meu ahahahaha
      Esse formato de planner tem sido bem útil para mim ainda, mas eu já sinto falta de algumas coisas, até deixei anotado pra incluir no planner de 2018. É gostoso ir evoluindo a ideia, não vejo a hora de chegar o momento em que irei mexer com isso de novo, ahahaha!

Escreva um comentário